Luiz Fux toma posse nesta quinta-feira como presidente do Supremo Tribunal Federal

09/09/2020
23:47

Com orgulho, a Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) registra que o professor Luiz Fux toma posse nesta quinta-feira (10) no cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Formado na turma de 1976, pela então Universidade do Estado da Guanabara (UEG), o ministro Luiz Fux é o primeiro aluno e o quarto docente da Faculdade de Direito da UERJ a ocupar o cargo de presidente da mais alta corte brasileira. Antes dele, ocuparam o honroso cargo os professores Eduardo Espínola (1940-1945), Aliomar Baleeiro (1971-1973) e Joaquim Barbosa (2012-2014).

Filho de Mendel Wolf Fux e Lucy Luchnisky Fux, e de avós judeus de origem romena, exilados pela Segunda Guerra Mundial, Luiz Fux nasceu no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, no dia 26 de abril de 1953. Criado no bairro carioca do Andaraí, Fux estudou no Colégio Pedro II antes de ingressar nas salas e corredores do Casarão do Catete, segunda sede da hoje Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

VIDA ACADÊMICA

Na Universidade, Luiz Fux forjou toda a sua base acadêmica até se tornar professor titular de Direito Processual Civil, em 1995, por concurso público no qual foi aprovado em primeiro lugar. Em 1998, foi aprovado, em primeiro lugar, no concurso para livre-docente em Processo Civil da Faculdade de Direito da UERJ. Eleito chefe do Departamento de Direito Processual da Faculdade de Direito da UERJ em 2001, exerceu essa função até 2003. De 2001 a 2003 foi diretor de Estudos e Ensino da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj). Em 2008 tornou-se membro do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) e da Academia Brasileira de Letras Jurídicas. Obteve o título de Doutor em Direito Processual Civil pela UERJ em 2009.

MAGISTRATURA

Foi promotor de justiça do Rio de Janeiro de 1979 a 1982, ingressando, no ano seguinte, na carreira da magistratura fluminense mediante aprovação em primeiro lugar em concurso público, tendo sido Juiz de Direito de 1983 até 1997, quando foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Em 2001, foi indicado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso ao cargo de Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ali permanecendo até 2011, ano em que foi indicado pela presidente Dilma Rousseff ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal, na vaga aberta em decorrência da aposentadoria do ministro Eros Grau. Nesse mesmo ano presidiu a Comissão de Juristas designada pelo Senado Federal para elaborar o anteprojeto do novo Código de Processo Civil, em vigor desde 2016.

POSSE

O ministro Fux ficará à frente do tribunal até 2022. A ministra Rosa Weber será a vice-presidente. A posse está marcada para as 16 horas e será transmitida ao vivo pela TV Justiça, pela Rádio Justiça e pelo canal do STF no YouTube.

.