Editora da Uerj lança campanha para captar novos originais para publicação

A Editora da Uerj (EdUerj) deu início esta semana a uma nova chamada pública com objetivo de estimular a submissão de propostas de livros originais, produzidos por meio de investigação acadêmica. Os cinco primeiros manuscritos aprovados para publicação serão totalmente custeados pela editora.

Os originais deverão ser inéditos e poderão ter um ou mais autores. Também será aceita a submissão de coletânea de textos com um tema central. Após o recebimento do manuscrito, a proposta será avaliada pela Coordenação Editorial da EdUerj, que decidirá se o material está apto ou não a ser publicado.

A chamada contempla todas as áreas de conhecimento e os critérios são amplos e inclusivos. Por meio desta campanha, a editora busca estimular o diálogo entre a academia e a sociedade.

A EdUERJ apresentará, para cada submissão, uma proposta orçamentária, compreendendo todas as etapas de produção. Autores/organizadores poderão utilizar recursos próprios ou de projetos/agências de fomento para arcar com os custos de produção e impressão. Dependendo do interesse editorial e da disponibilidade de recursos, a EdUERJ poderá arcar, parcial ou totalmente, com os custos da publicação.

As obras poderão ser publicadas em formato digital com acesso aberto ou fechado, disponibilizadas para venda por demanda ou ainda impressas com tiragem, em conformidade com os recursos próprios dos autores/organizadores ou recursos de projetos e de agências de fomento.

Para mais informações sobre a campanha e os critérios de publicação, acesse o site da EdUerj.